Por que é tão difícil viver o momento presente?

como viver o momento presente

Quando alguém disser: “Relaxe desta ansiedade e fique calmo”, mostre este texto a ela. Vamos falar sobre a dificuldade que muitas pessoas têm em viver o momento presente.

Estamos ligados no “piloto automático” da vida e nem percebemos o que acontece de fato hoje, agora. Por que será? 

Todos nós somos ansiosos de alguma forma devido ao contexto atual da sociedade, fortemente marcado pelo trabalho em excesso. Resultado: não conseguimos relaxar, mesmo quando podemos.

Crises de ansiedade estão cada vez mais afetando a humanidade, principalmente os brasileiros. Com isso, resolvi escrever esse artigo.

Continue a leitura para conversarmos sobre isso!

Somos um país de ansiosos

Eis um fato: um documento feito pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2017 e divulgado pelo portal de notícias Exame, mostrou que as crises de ansiedade atingem um total de 264 milhões de pessoas – sendo que 18,6 milhões são brasileiros.

Somos dezoito milhões e seiscentos mil brasileiros ansiosos. É uma epidemia de ansiedade, uma dificuldade imensa em viver o momento presente de forma mais equilibrada.

Nunca se falou tanto sobre os transtornos mentais quanto nesses últimos tempos, especialmente com a chegada da pandemia de COVID-19. 

Especialistas afirmam que para prevenir os transtornos mentais no contexto atual, especialmente entre jovens e adolescentes, é preciso:

  • atenuar as adversidades;
  • acionar sistemas sociais de suporte;
  • identificar precocemente os sintomas e agir sobre eles, evitando quadros de agravamento.

Bom, o fato é que já estamos vivendo uma fase de abertura das atividades sociais; porém, muitas pessoas ainda estão precisando conviver com os sintomas da ansiedade, medo e desgaste emocional. 

Viver o momento presente tem sido desgastante para muita gente. Mesmo em momentos de relaxamento, parece que a mente não para. Muitas pessoas vivem seus dias (e suas noites) agitadas, angustiadas, relembrando dores do passado e com medo do futuro – medo de sempre viverem presas nessa angústia aparentemente sem fim.

Você já viveu dessa forma? Ou vive assim? 

Por mais que a vida aparentemente esteja “tudo nos conformes” para algumas pessoas, ainda assim a ansiedade insiste em aparecer. E então, fica realmente difícil viver o momento presente, já que elas não conseguem aproveitar os momentos que deveriam ser tranquilos em suas vidas. 

E, assim, vão vivendo suas vidas no piloto automático, ora paralisadas ou extremamente ativas, como numa espécie de fuga do presente – e sem, de fato, prestar atenção ao que estão fazendo ou como estão conduzindo suas vidas. 

E agora? Como viver o momento presente? 

Como as Constelações Familiares podem ajudar a viver o momento presente?

Posso afirmar: nós temos a capacidade de nos tornarmos observadores de nós mesmos e mais conscientes.  

As ferramentas sistêmicas para virar o jogo – e viver o momento presente de forma plena,  já estão guardadas dentro de você.

Talvez não acredite nisso, achando que não tem saída. Mas a terapia sistêmica individual com bonecos faz com que percebamos claramente nossos conflitos através da ampliação da percepção, sabendo como nós mesmos contribuímos com o processo de adoecimento. 

Terapeuta Sistêmica Josiane Ferreira utilizando bonecos para abordagem terapêutica

Na terapia sistêmica, a pessoa vai desenvolvendo a capacidade de ter autonomia de decisão em seus problemas. Ou seja, ela vai aprendendo a não colocar todos os problemas nas costas, mas saber como lidar com eles – o que permite que eles tenham o tamanho reduzido.

A Constelação Sistêmica Familiar, também denominada como Terapia Sistêmica Familiar, ajuda a criar um contexto de partilha de vulnerabilidades, mas também de recursos que permitem buscar o equilíbrio de estar aqui e agora. De viver o momento presente, com suas dores e alegrias.

Portanto, o foco da Terapia Sistêmica Individual é o processo de autonomia, que engloba:

  • o pertencer/separar-se;
  • o desenvolvimento da consciência;
  • o desenvolvimento das escolhas;
  • o desenvolvimento da responsabilidade. 

Para viver o momento presente, você precisa quebrar o ciclo de dificuldades que se repete em sua vida, sobretudo porque ainda nutre crenças equivocadas, medos e os piores sentimentos de impotência – a realidade que precisa mudar e a realidade da consciência. 

A visão sistêmica do doente e da doença tem trazido caminhos surpreendentes de percepção da doença e da importância do doente e sua fidelidade a seu sistema familiar, como protagonistas da recuperação ou agravamento dos quadros.

Leia também: Como encontrar um propósito de vida?

Os resultados da Constelação Familiar em pessoas ansiosas

 A Constelação Familiar e sua abordagem sistêmica-fenomenológica tem se destacado como uma “tecnologia complementar” eficaz, como caminho terapêutico que tem conseguido acessar a força dos indivíduos, potencializando sua recuperação. 

Especialistas nesta técnica afirmam que a pessoa doente consegue reconhecer e utilizar seus recursos internos, na medida que se libera de suas fidelidades invisíveis ao seu sistema familiar – fidelidades essas, que são denunciadas através dos quadros de doenças físicas ou emocionais. 

Através do movimento de liberação, a saúde pode ser recuperada, principalmente pela autorresponsabilidade da saúde e a adoção de um novo estilo de vida, contribuindo para que elas consigam viver o momento presente.

Talvez, você ainda tenha dúvidas:

  • É possível olhar para a crise de ansiedade de diferentes ângulos, buscando algo positivo? 
  • Como lidar no ambiente familiar? 
  • É possível aprender com as adversidades em um ambiente que casais, pais e filhos precisam estar relativamente saudáveis? 
  • Como se posicionar nos ambientes corporativos e de negócios, focando nas suas possibilidades presentes de soluções?

Vejo pessoas vivendo realidades tristes, infelizes, distantes da vida que desejam viver, porque ainda estão limitadas em suas próprias emoções e crenças. 

Elas não se sentem com a permissão de agir e ser diferente, pois ficam ligadas em soluções farmacêuticas, que sozinhas não conseguem mudar a sistemática mental e emocional da pessoa, e assim, não tendo eficácia. 

Eu também olho para minha vida e percebo como eu mesma fiz parte deste sistema e não conseguia sair de ideias prontas e acabadas. Sabia que acreditar em algo novo poderia mudar realmente minha vida – e é isso o que aconteceu por meio da terapia sistêmica.

E então? O que você acha de ressignificar a sua vida, aprendendo realmente a viver o momento presente da forma como ele merece, com suas dores e seus amores?

Compartilhe este artigo para que possamos ajudar mais pessoas a terem conhecimento sobre o pensamento sistêmico e autoconsciência. 

Se você precisa de ajuda para viver o momento presente de forma saudável e feliz, conte comigo! Acesse este link para agendarmos uma conversa.

Posts Relacionados

Informações Gerais

Localização

R. João Planincheck, 1990 – Sala 611 – Jaraguá do Sul, SC

Horários de Atendimento

Segunda a Sexta-feira:
8h30 às 18h30

Por Josiane Ferreira

Trabalho com terapias e serviços personalizados de transformação para pessoas, famílias e empresas, e também para aqueles que acreditam na própria evolução, tudo é possível através da nossa capacidade humana de generatividade.
i

Leia Também:

Pensamento Sistêmico Complexo: Como a vida é uma troca?

Pensamento Sistêmico Complexo: Como a vida é uma troca?

Vamos falar sobre um tema que envolve o chamado Pensamento Sistêmico Complexo: o fato de a vida ser uma troca. Sim, quer queiramos ou não, a vida é uma constante troca. Aliás, o universo inteiro é troca. A questão aqui é entendermos que essa troca precisa ser justa e...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *