Tratamento: Panorama Neurossocial

Publicado em: 23/11/2020

Conheça tudo sobre a abordagem terapêutica cognitiva para melhorar os relacionamentos humanos nos processos mentais nos quais nós  vivenciamos de forma inconsciente!

Ao que você deve prestar atenção, como você vivencia as experiências de amor, raiva, solidão, união, solidão, autoconfiança, isolamento, discriminação, perda, vergonha, orgulho, autoridade, lealdade, subserviência? Essa é a estrutura do Panorama Neurossocial (cognição social), todos os processos mentais nos quais nossas vidas sociais são baseadas. 

A abordagem do Panorama Neurossocial busca, efetivamente, nos fazer entender e explicar o pensamento inconsciente. A mente consciente é pesada e lenta demais. No momento que nossa mente consciente percebe algo, os processos mentais inconscientes envolvidos já estão a quilômetros à frente. Nosso cérebro estão repletos de pensamentos inconsciente no espaço mental, e apresenta sinais de rádio, mas nós não possuímos o “receptor de rádio” apropriado.

De fato, o único receptor que temos é o próprio cérebro e tudo que ele dispõe é um “detector de falhas” -a mente inconsciente.  No desenvolvimento do panorama social olhamos até mesmo antes do berço, isto é, no útero.  Lá no embrião deve começar a perceber que existem partes no seu ambiente que ele consegue mexer, sentir, controlar, e parte que não consegue. 

Entender os pensamentos automáticos da nossa mente inconsciente e dos pensamentos desenvolvidos a partir das vivências corporais da nossa trajetória de vida. 

É uma experiência essencial para a comunicação com seu mundo inconsciente, resgatando o controle do próprio destino e dos seus próximos passos. Trata-se de uma forma de emancipação, pura e simplesmente através de ferramentas mentais.

Conheça mais sobre a abordagem do Panorama Neuro Social!

O que é a Abordagem do Panorama Neurossocial

O “mapa” de nós e da realidade social que nós mesmos construímos no decorrer das nossas experiências de vida determina o nosso lugar no mundo. Ou seja, quem nós acreditamos que somos e quem são os outros. Um mapa mental.

Com a ajuda do modelo do Panorama Neurossocial, podemos analisar e diagnosticar o nosso próprio mapa e o mapa das pessoas que nos cercam. 

A partir daí podemos torná-lo mais funcional adaptando-o, social, pessoal ou profissionalmente, de forma intencional e direcionada.

O Panorama Neurossocial busca desvendar as características que representam tanto você para você mesmo (auto personificação), e a personificação dos outros, de grupos e das representações espirituais.

A missão é conhecermos nossas representações autoconstruídas. É importante entendermos que todas as pessoas, grupos, seres espirituais que conhecemos são parte de nós mesmos. Consequentemente, as pessoas rodeiam-se de círculos de personificações auto criadas que são, para elas, o único mundo social possível de ser conhecido.

Significa que uma mudança no panorama social é uma mudança em sua realidade social.

Essa mudança — ou reajuste de posições — ocasiona uma transformação na sua percepção de mundo. Dessa forma, é possível moldar sua vivência através do panorama mental.

O mesmo se encaixa para a forma que personificamos as pessoas em nossas vidas. São esses elementos que as definem para nós mesmos e, através dessas características, moldamos nossos comportamentos e atitudes diante delas.

Daí, nascem problemas de ordem social, familiar e profissional. Com essa visão limitada, acabamos presos em padrões, que podem ser limitantes.

A abordagem do Panorama Neurossocial busca, exatamente, modificar a estrutura do panorama de representação mental que você tem de certa pessoa. Ao ter esse poder, você transforma a experiência — para melhor.

Como surgiu?

A abordagem do Panorama Neurossocial surgiu no método terapêutico  “Panorama Social”, do psicólogo holandês Lucas Derks, que se posiciona dentro da experiência de Programação Neurolinguística (PNL).

O modelo do holandês possibilita uma série de métodos de intervenção que ajuda os profissionais da mente a entender a partir de uma base científica os fenômenos observados em, por exemplo, Terapia Sistêmica Familiar e Organizacional.

Quais os benefícios do Panorama Neurossocial?

Ao alterar elementos presentes em nossa interpretação subjetiva de pessoas e eventos, somos capazes de entender melhor nossos relacionamentos.

E isso tudo se dá por um exercício de entendimento do que a pessoa representa para nós, como sua altura, sua postura e mesmo a posição de seus olhos.

Através desse detalhes, é possível obter insights interessantes sobre a percepção atual que você tem de certa pessoa.

Por exemplo, na abordagem do Panorama Neurossocial, uma representação que indique um desnivelamento do olhar da outra pessoa com o seu (com ela olhando-o de cima), pode indicar um senso de autoridade e poder.

Um dos benefícios da abordagem do Panorama Neurossocial é possibilitar um entendimento mais independente das coisas. Cada pessoa é uma só, dotada de vontades e atitudes próprias, sendo muito mais do que aquilo que sabemos delas.

Normalmente, não nos relacionamos com as pessoas como elas são, mas com representações mentais que criamos delas. Assim, criamos também expectativas que podem ser facilmente quebradas, nos levando a posições complicadas em nossos relacionamentos sociais, familiares e profissionais.

Com uma visão alinhada com a abordagem do Panorama Neurossocial, entendemos muito melhor quem nós somos e, portanto, o quão diferentes são as outras pessoas. 

Dessa forma, é possível utilizar os mecanismos mentais para escapar de convenções pré-concebidas e se relacionar de uma forma mais natural, única e saudável.

Agora que você sabe o que é o Panorama Neurossocial, que tal entender seus benefícios na sua vida? Isso mesmo: essa abordagem pode transformar seus relacionamentos, dando maior qualidade de vida para você. Quer saber como? Marque uma sessão comigo!

Posts Relacionados

Informações Gerais

Localização

R. João Planincheck, 1990 – Sala 611 – Jaraguá do Sul, SC

Horários de Atendimento

Segunda a Sexta-feira:
8h30 às 18h30

Por Josiane Ferreira

Trabalho com terapias e serviços personalizados de transformação para pessoas, famílias e empresas, e também para aqueles que acreditam na própria evolução, tudo é possível através da nossa capacidade humana de generatividade.
i

Leia Também:

Pensamento Sistêmico Complexo: Como a vida é uma troca?

Pensamento Sistêmico Complexo: Como a vida é uma troca?

Vamos falar sobre um tema que envolve o chamado Pensamento Sistêmico Complexo: o fato de a vida ser uma troca. Sim, quer queiramos ou não, a vida é uma constante troca. Aliás, o universo inteiro é troca. A questão aqui é entendermos que essa troca precisa ser justa e...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *